quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Costa do Marfim: CICV pede a todos os lados que respeitem os princípios humanitários

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) está extremamente preocupado com a violência na Costa do Marfim depois do segundo turno das eleições presidenciais.

Muitas pessoas foram mortas ou feridas durante os violentos confrontos em várias cidades.

O CICV pede a todas as pessoas envolvidas que respeitem os princípios humanitários básicos. As pessoas não podem ser mortas ou feridas, e sua dignidade deve ser preservada. O Comité enfatiza particularmente que as forças de segurança que mantêm a ordem usem a força apenas quando for absolutamente necessário e somente de maneira proporcional.

A organização pede aos manifestantes e a todas as forças que respeitem e protejam os feridos, as equipes médicas, as unidades medidas e quaisquer veículos usados como ambulância. A equipe médica, em particular os voluntários da Cruz Vermelha Marfinense, devem poder levar socorro sem impedimentos.

"Todos devem respeitar os voluntários da Cruz Vermelha e permitir que eles trabalhem em segurança quando os feridos e os vulneráveis devem receber a assistência e os cuidados necessários", afirmou a chefe da delegação regional do CICV em Abidjan, Dominique Liengme.

Desde 26 de Novembro, os voluntários da Cruz Vermelha, com o apoio do CICV, atenderam quase 550 pessoas, das quais 250 gravemente feridas foram evacuadas para o centro médico mais próximo. 

Fonte: Human Rights Education Associates (HREA)