quarta-feira, 5 de maio de 2010

Reino Inido: Líderes mobilizados no apelo ao voto no último dia de camapnha

Último dia de campanha no Reino Unido e “sprint” final para os líderes partidários nas mais disputadas legislativas britânicas das últimas décadas.

O favorito, David Cameron, encetou ontem uma maratona contínua de mais de 24 horas de apelo ao voto por vários pontos do país.

Na Irlanda do Norte, o líder da oposição conservadora procurou o apoio dos Unionistas e, em jeito de anedota, disse que teve de “voar através de uma nuvem de cinza vulcânica, mas não perderia a oportunidade por nada no mundo”.

As sondagens não garantem uma maioria absoluta para Cameron e o líder dos liberais-democratas Nick Clegg – com um forte capital de popularidade conquistado nos debates televisivos – pode ter uma palavra a dizer nas esperadas negociações pós-eleitorais.

Voz crítica do modo de escrutínio uninominal a uma volta, Clegg voltou ontem a insistir na necessidade de “uma reforma do sistema eleitoral como primeiro passo de qualquer governo”.

Uma ideia ontem equacionada como base de um acordo de coligação por Gordon Brown, que vê escapar as hipóteses de uma histórica quarta vitória consecutiva dos trabalhistas. Enquanto multiplica os apelos ao voto pelo “Labour”, Brown continua a receber más notícias.

O jornal Financial Times decidiu apoiar os conservadores e um elemento da lista trabalhista saltou para a ribalta, ao classificar o chefe do Governo como “o pior primeiro-ministro de sempre”.

Fonte: Euronews